Aquela vez em que celebrei ao Exército Vermelho Soviético com a boca cheia de caviar

Com a tempestade nas nossas costas nós lá continuámos as nossas simples vidas, acordando todas as manhãs para uma bela tigela de papas feitas de cereais estranhos como trigo, cevada e até mesmo milho, ao invés da típica aveia britânica. Depois, mais Banangrams, palavras cruzadas do Guardian, chá e algum biscoito de sobra e mais… Continue reading Aquela vez em que celebrei ao Exército Vermelho Soviético com a boca cheia de caviar

O último balão meteorológico

Mais uma vez, tudo a acontecer na última semana em Halley. Estava tudo a fechar naquela altura. Agora que o próximo Inverno fora cancelado as ordens eram para deixar o sítio o mais organizado possível para que, quando o pessoal regressasse na próxima temporada, a casa tivesse minimamente organizada. Tal significava guardar o espectrómetro de… Continue reading O último balão meteorológico